Dores musculares

Espasmos musculares: o que são, causas e tratamento

Espasmos musculares: o que são, causas e tratamento

Os espasmos musculares são definidos como uma contração involuntária sustentada de um músculo ou grupo de músculos. Esta dor localizada também é chamada de contração muscular espasmódica.

As causas dos espasmos têm origens diversas, que podem ser resolvidas com simples tratamento ou requerem acompanhamento médico. Algumas delas são consideradas graves.

As causas dos espasmos musculares

Os espasmos musculares podem ser causados por situações, tais como:

  • Estiramento de músculos;
  • Fratura no osso;
  • Desidratação durante o exercício físico;
  • Abuso de bebida alcoólicas;
  • Falta de vitaminas (B1, B5 e B6);
  • Sobrecarga muscular;
  • Cafeína e outros estimulantes;
  • Estresse e ansiedade;

As causas menos comuns e consideradas graves são:

  • Distrofia muscular
  • Doença de Lou Gehrig
  • Atrofia muscular espinhal
  • Síndrome de Isaac

Como tratar os espasmos musculares

Como dito anteriormente, os espasmos têm causas diversas, portanto o tratamento depende do diagnóstico. O ideal é sempre buscar o auxílio médico para que o profissional recomende o melhor caminho.

Durante o tratamento, o profissional médico deve receitar medicamentos e outras alternativas, como compressas frias ou quentes, fisioterapia, massagem, acupuntura, etc.

Algumas destas dicas também ajudam a evitar os espasmos musculares:

Hidrate-se

A desidratação está entre as principais causas da dor localizada. Boa parte das pessoas esquecem-se de beber água durante o exercício físico, por isso ficam mais suscetível. Neste caso, ter por perto uma garrafinha com o líquido natural é a melhor solução.

Alongue-se

O alongamento antes e depois das atividades físicas evita que os músculos se estirem com facilidade. A prática desse exercício diminui também as chances de dores musculares e outros incômodos.

Aqueça-se

As conhecidas compressas com água morna são alternativas naturais para o relaxamento muscular, que desestimula a musculatura a iniciar um espasmo.

Alimente-se bem

A falta de nutrientes importantes no organismo aumenta as chances do surgimento de espasmos musculares, principalmente a deficiência de vitaminas B1, B5 e B6. Portanto, a alimentação saudável, além de ser recomendada em qualquer circunstância, é essencial para evitar o espasmo muscular. Essas vitaminas podem ser encontradas em gema de ovo, arroz integral, aveia, castanha-do-pará, fígado, cereais, etc.