Dor de cabeça

Descubra quais serão as causas de dor de cabeça do futuro

Descubra quais serão as causas de dor de cabeça do futuro

Não é novidade para ninguém que a dor de cabeça está na lista dos principais incômodos da população. Ela afeta a produtividade, causa irritabilidade e deixa muitas pessoas literalmente para baixo. Infelizmente, a tendência para o futuro é piorar, visto que novas causas surgem e desencadeiam a temida dor.

Uma pesquisa conduzida pela WGSN Mindset, empresa de verificação de tendências, realizada em março de 2018, chegou à conclusão de quais serão as maiores causas de dor de cabeça no futuro, além das que já conhecemos. A maioria delas, segundo o levantamento, estão ligadas ao estresse e ansiedade.

Entre as causas mais conhecidas, estão:

  • Problemas de visão
  • Falta de sono
  • Sinusite
  • Alterações hormonais
  • Estresse
  • Ansiedade.

Estas duas últimas, apesar de já pertencerem a lista de causas, aumentarão significativamente nos próximos anos. Um relatório divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2017 mostra que 18,6 milhões de brasileiros foram diagnosticados com ansiedade. São dados que, infelizmente, registram crescimento em todo mundo, principalmente ligados à depressão.

A população brasileira também é a segunda mais estressada, de acordo com o International Stress Management Association, que comparou dez países. Cerca de 69% dos entrevistados disseram que o trabalho é o principal desencadeador do estresse. De acordo com a pesquisa da WGSN, o estresse estará entre as principais causas de dor de cabeça no futuro, uma vez que a sociedade está cada vez mais acelerada e pressionada em sua rotina multitarefada.

Ansiedade estará entre as principais causas de dor de cabeça
Ansiedade estará entre as principais causas de dor de cabeça

Ansiedade

A ansiedade é considerada uma reação normal do corpo diante de acontecimentos importantes, como o nervosismo de apresentar um trabalho, no momento de uma entrevista de emprego ou às vésperas de realizar um problema. O comportamento torna-se perigoso quando possui uma frequência e intensidade fora do comum.

Atualmente, boa parte da população tem acesso à internet. O consumismo exagerado, por sua vez, a torna completamente dependente de estar sempre conectada. Segundo psicológicos, é praticamente uma parede invisível que as pessoas criaram, isolando-se do convívio social. A quantidade e a velocidade de informações que elas recebem diariamente contribuem para a ansiedade. Por essa razão, os transtornos de ansiedade tendem a aumentar nos próximos anos e, consequentemente, geram mais crises de dor de cabeça.

Os principais sintomas de ansiedade são nervosismo, dificuldade de concentração, preocupação, medo constante, descontrole sobre os próprios pensamentos, entre outros. Ela também pode provocar sintomas físicos, como enjôos, sentir tremores, falar muito rápido, irritabilidade e dificuldade de dormir.

Como controlar a ansiedade

  • Pratique exercícios físicos
  • Controle a respiração
  • Evite pensamentos negativos
  • Seja mais organizado
  • Fortaleça o autoconhecimento
  • Confie mais em si mesmo
  • Pratique meditação
Estresse já está na lista das causas de dor de cabeça
Estresse já está na lista das causas de dor de cabeça

Estresse

Como citamos, a população brasileira é estressada. Seja no trânsito, ao enfrentar o engarrafamento em horários de picos, ou no trabalho, com tarefas acumuladas e urgentes, é impossível chegar em casa completamente isento de estresse. Contudo, esse comportamento exagerado é a causa de muitos malefícios para a saúde, entre eles a dor de cabeça.

Cada pessoa lida com o estresse de um jeito, uma vez que ninguém está isento desse problema. Algumas conseguem controlar, já outras, não. A verdade é que o nosso corpo foi feito para suportar pequenas doses de estresse, passando disso, provocam problemas psicológicos e físicos, como diminuição de energia e insônia, alterações no apetite, queda de cabelo, dores crônicas, ficar doente, etc.

Como controlar o estresse

  • Siga uma dieta saudável
  • Medite
  • Durma bem
  • Ouça uma música calma
  • Relaxe (sem barulhos sonoros)

Evitando essas causas certamente as dores de cabeça diminuirão. Por outro lado, é importante ficar atento à ansiedade, já que dependendo da ansiedade, pode ser considerada um transtorno. Nesse caso, o auxílio médico é o mais recomendado.